Guia de Curso

Coordenadora do Curso

Professora Doutora Anna Volossovitch

Coordenadora Adjunta

Professora Doutora Analiza Silva


Duração Oficial

Anos: 3      Semestres: 6      Créditos ECTS: 180


Apresentação do Curso

A licenciatura em Ciências do Desporto responde a necessidades sociais de grande amplitude no que se refere à formação de quadros superiores que assegurem, de forma qualificada, o exercício de atividades ligadas às profissões do desporto, nomeadamente nas áreas do Treino Desportivo e Exercício e Saúde e na preparação básica para o prosseguimento da formação especializada de Professores de Educação Física no âmbito do 2.º ciclo. A licenciatura visa desenvolver uma sólida formação de base em Ciências do Desporto qualificando para o desenvolvimento das carreiras de treinador e de fisiologista do exercício.

Na especialidade do Treino Desportivo os alunos são preparados para a condução de processos de planeamento e direção do treino com a finalidade de otimizar a formação e o rendimento desportivo. Na especialidade de Exercício e Saúde os alunos são preparados para a condução de processos de diagnóstico, aconselhamento, promoção e prescrição de exercício para pessoas saudáveis e com condições clínicas de baixo risco com a finalidade de melhorar a saúde. Este curso confere também habilitação para o prosseguimento de estudos, designadamente na formação de Professores de Educação Física e na formação especializada em Treino Desportivo e Exercício e Saúde.


Objetivos

➜ Treino Desportivo:

  • Planificar e monitorizar o processo de treino
  • Conduzir processos de formação desportiva e de treino de alto rendimento
  • Liderar e gerir projetos e equipas
  • Exercer práticas profissionais seguras e legais
  • Promover empreendedorismo, comunicação e inovação

➜ Exercício e Saúde:

  • Avaliar a aptidão física
  • Implementar e prescrever programas de exercício
  • Realizar aconselhamento do exercício e estratégias comportamentais
  • Garantir práticas profissionais seguras e legais
  • Promover empreendedorismo, comunicação e inovação

Especialidades
  • Treino Desportivo
  • Exercício e Saúde

A opção pela especialidade é feita no 2.º semestre do 2.º ano.


Condições de Acesso

Conclusão do ensino secundário e realização das provas de ingresso exigidas.

  • Pré-requisitos: Grupo C – Aptidão funcional, física e desportiva
    • Emolumento da candidatura: 72,03€
  • Provas de ingresso: 02 – Biologia e Geologia (B) ou 16 – Matemática
  • Classificação mínima: Provas de ingresso 95 e Candidatura 95
  • Nota do último colocado no ano anterior: 124,0 (1.ª fase); 137,0 (2.ª fase)

Limitações Quantitativas
  • Numerus clausus: 188

Áreas Disciplinares
  • Biologia das Atividades Físicas (BAF)
  • Sociologia, Estudos Culturais e Gestão das Atividades Físicas e do Desporto (SEG)
  • Psicologia e Comportamento Motor (PCM)
  • Pedagogia e Metodologias de Intervenção nas Atividades Motoras (PMI)
  • Matemática Aplicada e Estatística (MAE)

Saídas Profissionais
  • Educação Física: Professor de Educação Física – quando complementada em 2.º ciclo
  • Exercício e Saúde: Academias, ginásios, clubes desportivos, clubes de saúde e/ou prática privada, assim como noutras instituições com oferta de serviços na área do Exercício e Saúde
  • Treino Desportivo: Treinador Desportivo com acesso direto à Cédula de Treinador de Desporto (CTD)* nas principais modalidades desportivas; Preparador Físico; Técnico Superior de Desporto (autarquias); Diretor Técnico; Animador Desportivo; Formador

    * Conforme DL n.º 248-A/2008, 31 de dezembro.


 Empregabilidade
  • Diplomados que obtiveram emprego em setores de atividade relacionados com a área do ciclo de estudos: 90%
  • Diplomados que obtiveram emprego após um ano de conclusão da Licenciatura: 100%

Acesso a Nível Superior de Estudos

Acesso a Mestrado (2.º ciclo) e Doutoramento (3.º ciclo) nas áreas científicas do Curso.


Propinas

Valor da propina: 697€.

Regulamento de propinas


Normas e Regulamentos

Todas as unidades curriculares assumem como modelos de avaliação:

  1. modelo de avaliação contínua
  2. modelo de avaliação através de duas épocas de exame

A assiduidade constitui critério de avaliação preferencialmente nas disciplinas prático-laboratoriais.
O diploma final de 1.º ciclo e respetivo suplemento é atribuído após conclusão de todas as unidades curriculares por parte dos estudantes.


Oeiras Valley

Educação para a ciência, inovação e excelência