47% dos alunos já foram vítimas de ciberbullying

47% dos alunos já foram vítimas de ciberbullying

Estudo em dez escolas revela que maioria dos jovens (82%) já observaram comportamentos de gozo, insultos e boatos online.

Quase metade dos adolescentes portugueses (47%) admitem já ter sido vítimas de ciberbullying, enquanto 40% confessam ter sido agressores online. Reflexo de uma sociedade em que os jovens interagem cada vez mais no espaço cibernético, o fenómeno do bullying virtual está a ganhar dimensão e, a ver pelos números, parece quase banal: 82% dos alunos, entre o 5.º e o 12.º anos, já observaram incidentes de ciberbullying, entre os quais insultos, boatos e comportamentos de gozo nas redes sociais e chats. Este sábado é o Dia Mundial Anti-bullying.

Segundo os resultados preliminares de um estudo da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa (FPUL), apresentado no último Congresso da Ordem dos Psicólogos Portugueses, a maioria dos comportamentos observados (69,4%) foram insultos. Seguem-se os comportamentos de gozo (68,7%) e os boatos (63,9%).

in Jornal de Notícias | 20/10/2018
47% dos alunos já foram vítimas de ciberbullying

in Jornal de Notícias | 20/10/2018
47% dos alunos já foram vítimas de ciberbullying

Retirado de:
Página 8, consultar anexo do artigo

Erasmus Incoming