Fundamentos em Relaxação Psicossomática

Unidade Curricular: Fundamentos em Relaxação Psicossomática
Ano:

3

Semestre:

1º Semestre

Área Disciplinar:

Psicologia e Comportamento Motor

ECTS:

3.0

Regente:

Rui Martins

Objectivos:- Conhece os aspectos históricos e epistemológicos da Relaxação Psicossomática (contextos - antropológicos e contextos sociais e clínicos para o aparecimento das práticas);
- Conhece as principais correntes e fundamentos em Psicossomática (abordagens psicológica de F. Dunbar e F. Alexander), abordagens neurofisiológicas, tal como as principais correntes contemporâneas;
- Conhece o impacto da Relaxação Psicossomática, na capacidade de mentalização e o seu impacto nos processos de somatização;
- Conhece as diferentes abordagens teóricas para a compreensão e fundamentação da prática da relaxação no plano neurofisiológico e psicoterapêutico;
- Conhece as finalidades e os princípios metodológicos fundamentais da intervenção em Psicomotricidade.
Conteúdos Programáticos em Syllabus:- Aspectos históricos, conceptuais e metodológicos da relaxação psicossomática;
- A psicossomática, uma visão integrada e holística do funcionamento humano. Principais correntes e fundamentos teóricos;
- Impacto da Relaxação Psicossomática, na capacidade de mentalização e o seu impacto nos processos de somatização;
- Indicações e particularidades contextuais e experienciais da relaxação;
- Aspectos técnicos e gestão do quadro de intervenção em relaxação psicossomática;
- As diferentes abordagens teóricas para a compreensão e fundamentação da prática da relaxação no plano neurofisiológico e psicoterapêutico;
- Finalidades e os princípios metodológicos fundamentais da intervenção em relaxação psicossomática;
- Aspectos técnicos e metodológicos dos métodos fundamentais de relaxação: Relaxação progressiva; Treino Autógeno, Eutonia; Relaxação Terapêutica para Crianças.
Avaliação:Avaliação Contínua
AVALIAÇÃO TEÓRICA (90%): A nota da avaliação teórica compreende nota DA frequência escrita, não podendo esta ser inferior a 10 valores. Os estudantes não podem obter uma avaliação inferior a 7,5 valores na frequência escrita.
AVALIAÇÃO TEÓRICO-PRÁTICA (10%): Maturidade psicológica e profissional revelada nas vivências corporais práticas e na dinamização de situações de intervenção - 10%
EXAME FINAL: prova escrita e de uma prova oral, com carácter obrigatório quando:
a) O estudante não efectuou a frequência escrita;
b) O estudante obteve uma avaliação inferior a 7,5 na frequência, ou num dos parâmetros da avaliação teórico-prática;
c) O estudante não teve uma assiduidade igual ou superior a 2/3 de presenças às aulas teórico-práticas;
d) O estudante não obteve uma avaliação igual ou superior a 10 valores na avaliação teórico-prática.
Bibliografia:Ballone, G. ; Neto, E. ; Ortolani, I. (2002). Da Emoção à Lesão. Barueri: Editora Manole
Bergès, J. ; Bounes, M. (1985. La Relaxation Thérapeutique Chez l'enfant. Paris : Masson.
Brieghel-Muller, G. (1979). Eutonie et Relaxation, deuxiéme édition, Lausanne : Delachaux et Niestlé.
Boski, S. (1990). A Relaxação Activa na Escola e em casa. Torres Vedras: Horizontes Pedagógicos.
Chemouni, J. (2000) Psychosomatique de l’enfant et de l’adulte. Paris : Nathan Université.
Chéné, P. (1998). Sophrologie, fondements et méthodologie. Paris : Ellébore éditions.
Doucet, C. (2000). La psychosomatique, Théorie et clinique. Paris : Armand Colin.
Filho, J. M. (1992). A Psicossomática Hoje. Porto alegre: Artmed Editora.
Jacobson, E. (1974). Progressive Relaxation. Chicago: The University of Chicago Press.
Manent, G. (1991). L’enfant et la relaxation. Barret-le-Bas : Le soufle d’or. (...)
Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming