Organização do Desporto

Unidade Curricular: Organização do Desporto
Ano:

2

Semestre:

1º Semestre

Área Disciplinar:

Soc., Est. Cult. e Ges. das Act. Físicas e do Des.

ECTS:

9.5

Regente:

Abel Hermínio Lourenço Correia

Objectivos:

A disciplina de organização de desporto garante o conhecimento organizacional de diferentes organizações do desporto e de atividade física através do processo de investigação:
- Conhecer as diferentes organizações do desporto que configuram o sistema desportivo português: administração pública, organizações privadas com fins lucrativos e organizações privadas sem fins lucrativos.
- Dominar conhecimentos específicos da gestão das organizações do desporto.
- Desenvolver competências no âmbito da investigação.
- Estimular o trabalho em equipa e o aperfeiçoamento da intervenção pública.

Competências:
- Conhece diferentes organizações do desporto.
- Domina e aplica conhecimentos específicos da gestão das organizações do desporto: situação desportiva.
- Apresenta capacidades de investigação.
- Trabalha em equipa com sucesso.
- Apresenta qualidades de orador.

Conteúdos Programáticos em Syllabus:

1. As organizações do desporto: as públicas e as privadas com e sem fins lucrativos
2. As organizações da atividade física
3. A investigação e a intervenção pública
4. Modelo conceptual: Levantamento e análise da situação desportiva
4.1. Sistema físico
4.2. Sistema político
4.3. Sistema económico-financeiro
4.4. Sistema social
4.5. Sistema cultural
4.6. Sistema humano
4.7. Sistema material
4.8. Sistema orgânico
4.9. Sistema normativo
4.10. Sistema atividades

Avaliação:

Os métodos de ensino abordam diferentes metodologias como acima indicado e tratam os conteúdos referidos no programa. Permitem-se assim diversas abordagens:
1 – De assimilação direta de conteúdos
2 – De pesquisa através de meios eletrónicos nas redes globais
3 – De tipo indireto por meio da solução de problemas de desenvolvimento afetos a setores ou organizações desportivas.
A simultaneidade ou variação de aplicação dos diferentes métodos propostos permitem uma abordagem completa originadora de vários pontos de vista e de análise que, por esse motivo, se completam.

Bibliografia:

Correia, A., Sacavém, A., Colaço, C. (Editores) (2008). Manual fitness & marketing. Lisboa: Visão e Contextos.
Cunha, P., Rego, A. & Cardoso, C. (2007). Tempos modernos: Uma história das organizações e da gestão. Lisboa: Edições Sílabo.
Daft, R. (2002). Organizações – Teorias e projectos. SP: Thomson Pioneira.
Mintzberg, H. (1995). Estrutura e dinâmica das organizações. Lisboa: Publicações Dom Quixote.
Morgan, G. (1986). Images of oganization. Beverly Hills: Sage Publications.
Pires, G. (2007). Gestão do desporto. Porto: Porto Editora.
Santos, E., & Correia, A. (2011). Evolução do fitness em Portugal: Mudanças e desafios. Lisboa: Visão e Contextos.
Slack, T. & Parent, M. (2006). Understanding sport organizations. Second Edition. USA: Human Kinetics.
Westerbeek H.; Smith, A. (2003). Sport business in the global marketplace. New York: Palgrave Macmillan.

Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming